sexta-feira, 24 de julho de 2009

Usar aparelho odontológico é ter...

Dentes de aço.
Linha férrea.
Arame farpado.
Cabo de aço.


Deve existir outros comentários, mas com sou nova neste universo dentário, não conheço todos. Porém, conheço algo: não há coisa mais INCOMODA do que usar um aparelho odontológico!

E depois dizem que todo sofrimento vale a pena! Pode até ser verdade, mas INCOMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODA demais!



PS: Quando buscava uma imagem para ilustrar este post (Não sou eu na foto acima, certo?), descobri que sorrisos metálicos já eram usados no Antigo Egito! Para saberem mais sobre esse invento profundamente desconfortável, visitem o site da revista AVENTURAS NA HISTÓRIA e boa leitura!

4 comentários:

Tatiana Monteiro disse...

Cláudia, achei muito interessante o site com a história do aparelho dentário...
Aos 10 anos eu tive que colocar o aparelho fixo, nos idos de 1990 (ih, denunciei minha idade aqui). Mesmo naquela época, com um aparelho mais recolhido, disseram que eu usava o famoso "freio"( que li ano no site como "estribo").
Em 1994 eu o troquei pelo aparelho móvel na arcada superior, ele já era transparente (ali na matéria fala em 1997, em 1997 eu já estava tirando definitivamente o aparelho depois de 7 penosos anos, o tratamento além de muito caro na época era muito difícil).

Tatiana Monteiro disse...

Uma curiosidade de minha época de visitas muito frequentes ao dentista: eu precisei tirar meus dentes siso aos 19 anos através de cirurgias.
Meu dentista disse que um dia chegaria a época em que os seres humanos estariam em uma escala de evolução em que eles nasceriam sem os dentes siso, já que eles não teriam espaço na arcada dentária.
Era o que já estava acontecendo comigo em 2 aspectos: dos 4 dentes siso que temos, eu já não tinha 1 deles, ou seja, retirei 3 deles em cirurgia, pois o outro não existia, e já naquela época eu fui a primeira a apresentar a falta de espaço na arcada dentária para o nascimento deles. Caso eles nascessem, todo o meu tratamento (ou seria sofrimento?) seria jogado fora.
Pelo menos agora os tratamentos dos sorrisos metálicos demoram beeeeeeeeeeeeeeeeeeeem menos!
Beijão!

Cláudia Dans disse...

Obrigada Tatiana!
Eu também achei interessante! Sugiro que você leia um texto em que eu falo da minha queda! rsrsr vi até pássarinhos! rsrsrs

beijos

Cláudia Dans disse...

E Tatiana, não é por nada não, mas eu acho que sou mais velha que você, viu? ahahahahah

beijos :)

E agora?

Primeiro o choro, o desespero. O que esperar do futuro que parece tão nebuloso? De repente, porém, a raiva vem. Palavrões vêm aos montes! Al...