sexta-feira, 31 de julho de 2009

Reflexões de meio de ano!

Já que o momento é de festa, comemoremos uma grande data, mas antes, voltemos no tempo. Voltemos a 1999.




Há exatos dez anos, lá estava eu fazendo vestibular para faculdade de Letras. Era o inicio da minha paixão pela palavra, no caso, pela palavra escrita. Obviamente, essa paixão já existia tal como uma semente, que esperar a época certa para florescer. Antes disso ocorrer, há o período de preparação do solo e da seleção das sementes. E de uma alguma forma, o vestibular é um pouco isso: preparação e seleção!

A preparação é o estudo. É quando nos debruçamos sob os livros e lá ficamos horas e horas e mais horas até que tudo esteja perfeitamente entendido, compreendido, sabido! Caso isso não aconteça, hum... continue na mesma posição. Uma hora, o conteúdo entra! Depois disso, chega à seleção, ou melhor, o vestibular! É o momento de provar que as horas e horas de estudo não serão jogadas fora! Ou pelo menos não serão descartados! Depois disso, é só aguardar o resultado e correr para o abraço!



Uma vez que se passa por essa seleção darwiniana, inicia-se uma outra trajetória: frequentar o curso escolhido! E foi nesse momento que descobri não só meu lugar no mundo, mas o que me manteria no mundo: a paixão por Literatura!

Hoje, passado 10 anos do vestibular, olho para trás e noto que se tivesse seguindo a minha primeira opção, provavelmente não estaria tão realiza e, principalmente, feliz! Claro que a escolha se baseou em critérios altamente rigorosos, analisados e examinados a exaustão (Pensei que você tinha escolhido Letras por que gostava de ler e de escrever! – diz o leitor ironicamente).



Além de feliz e realizada, sinto que a paixão pela Literatura e pela palavra escrita cada dia que passa, ganha mais consistência, concretude e força. Porém, ela não age sem a emoção, a intuição, pois a vida, a arte e os vestibulares da vida só podem ser enfrentados com emoção e muita percepção!




Participação especial de Fininho, companheiro de inúmeros seminários.
Foto de resultado de vestibular tirada do site Falácia.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O que há...

em comum entre Cláudia Dans, o blog Palavra Escrita e Jacqueline Kennedy Onassis?


O ANIVERSÁRIO!!!!



Surpreso, caro leitor? Eu também!!! Imagine saber que uma das mulheres mais elegantes do mundo nasceu no mesmo dia que você? É surpreendeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeente!!!!!

E para comemorar essa grande data, indico o álbum de fotos da UOL (
clique aqui), com várias imagens de Jackie Kennedy, ícone de estilo, que faria 80 anos, se estivesse viva!




PS: Sempre soube que o dia 28 de julho era uma data especial!!! Mas depois dessa descoberta, ela se tornou super, hiper, mega especial, além de fashion!

terça-feira, 28 de julho de 2009

Feliz Aniversário Palavra Escrita!

E o amanhã chegou!!! E com ele, mais um aniversário!
*
Hoje o PALAVRA ESCRITA completa 3 anos!

Confesso que não esperava chegar a esse número! É um grande feito, especialmente se pensarmos que o blog começou, assim, timidamente, com a desculpa de ser apenas um exercício de escrita. Hoje, o Palavra Escrita é um espaço para falar das coisas que mais gosto: Literatura, quadrinhos, ideias pessoais e textos variados.

Além disso, o blog tem ganhado leitores. E isso eu não esperava mesmo! Claro que todo mundo escreve para alguém ler, mas nunca pensei que os meus textos seriam lidos, comentados e, principalmente, que fossem citados e que se tornassem objeto de inspiração e de aula!

Em 2008, vai ao ar um texto, cujo desejo era a busca do texto perfeito
. Referindo-se à escrita, ou melhor, a dificuldade de escrever, comento que “não importa o que escrevo, a paixão pela escrita está sempre presente”. E continuaram por muito tempo! Mesmo sofrendo da preguicite aguda, escrever é minha mola propulsora, que me trás leveza de corpo e de alma.

E que impulsionou também Thamirys Ibiapina. Estudante de jornalismo da UFPI, o texto de 4 de janeiro de 2008 lhe deu a “ideia por onde começar” a reportagem que produziria para o seu curso. Meses depois, ela retorna ao blog para avisar o resultado do trabalho: 9,2! Lembro-me de um outro leitor, Walter, ter-me parabenizado por ajudar a “menina”. Foi, sem sombra de dúvida, uma sensação maravilhosa! Saber que um texto meu tinha inspirado o surgimento de outro texto, causou-me uma felicidade indescritível!

De repente, notei que o Palavra Escrita tinha um público leitor, que mesmo sem comentar muito, frequentava o blog, lendo-o sempre. Isso significa que ele tem um lugar neste mundão chamado Internet. Claro que é um espaço pequeno, mas ainda sim, é o meu espaço! Porém, em maio deste ano, o lugar ao sol ganhou uma dimensão maior e alcançou novos horizontes.

“Cláudia, muito bom visitar seu blog e lê-lo!
Eu sou colunista de um site sobre literatura e cultura, estava passeando por aí lendo e vim parar em seu blog para poder terminar a postagem de minha coluna dessa semana, meu tema tinha sido escolhido já: antítese e paradoxo. Eu tinha escolhido o soneto de Camões para paradoxo, mas resolvi procurar um texto sobre as diferenças e encontrei em seu blog. Não vou colocar seu texto na íntegra, pois eu tinha alguns itens aqui escritos para o artigo, mas farei menção do link onde pesquisei, no caso, seu blog [...]”


A autora do comentário acima é de Tatiana Monteiro. Colunista do Proseando
, publicado no site Parada Lésbica, ela me pede autorização para usar o texto Quando a antítese se torna paradoxo, postado em dezembro de 2008. Nele, revelo o quanto era contraditório os sentimentos que sentia em relação aos meus alunos queridos (3º EM C), que se formavam naquele ano. E o que era para ser apenas uma homenagem carinhosa, transformou-se em pura emoção.

Ao ler o texto Tão contrário a si o mesmo amor,
da Tatiana, senti uma alegria tremenda. Foi um misto de encantamento com lisonjeio. Enfim, foi maravilhoso ver parte do meu texto ali, citado e comentado. Senti-me a própria Clarice Lispector, sendo referida!

Entretanto, além da Tatiana e da Thamirys, que usaram o blog, soube ontem, que a postagem Usar aparelho odontológico é...
foi a aula! Ou seja, o texto virou atividade da aula de informática do Léo, amigo de msn. Nem preciso dizer o quanto eu fiquei contente e ao mesmo tempo surpresa com o uso, contudo, não poderia estar mais feliz!
*
Na verdade, é difícil descrever o que esses fatos realmente significam. Porém, eles indicam que estou no caminho certo! O Palavra Escrita deu certo! Pode não ter o sucesso de público e de comentários, mas ainda sim, todo o trabalho dedicado a ele, vale a pena!

E neste terceiro aniversário, quero agradecer o carinho de todos que, mesmo não comentando, visitam e leem o blog! Porque sem leitor não há escritor, e sem ele, não há vida!

Obrigada!

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Prenúncio de um novo dia!

Aviso aos navegantes: É amanhã! Não se esqueçam! É amanhã!

Amanhã? Sim! É amanhã mesmo!

Então, lembrem-se é amanhã!



PS: Amanhã vocês descobrem o prenúncio do novo dia!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Usar aparelho odontológico é ter...

Dentes de aço.
Linha férrea.
Arame farpado.
Cabo de aço.


Deve existir outros comentários, mas com sou nova neste universo dentário, não conheço todos. Porém, conheço algo: não há coisa mais INCOMODA do que usar um aparelho odontológico!

E depois dizem que todo sofrimento vale a pena! Pode até ser verdade, mas INCOMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODA demais!



PS: Quando buscava uma imagem para ilustrar este post (Não sou eu na foto acima, certo?), descobri que sorrisos metálicos já eram usados no Antigo Egito! Para saberem mais sobre esse invento profundamente desconfortável, visitem o site da revista AVENTURAS NA HISTÓRIA e boa leitura!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Hoje é... Dia do amigo!

A data foi criada na Argentina, e gradualmente espalhou-se pelo mundo todo, com direito a troca de presentes, abraços e declarações de amizade.

Segundo a Wikipédia, a ideia foi do argentino Enrique Ernesto Febbraro, que “se inspirou na chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, considerando a conquista não somente uma vitória científica, como também uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo. Assim, durante um ano, o argentino divulgou o lema Meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro”.

Além disso, hoje é também o Dia em que o homem pisou pela primeira vez na Lua. “Um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a Humanidade”, segundo Neil Armstrong.






Sendo assim, para comemorar essas datas, olhemos para Lua. Caso seja impossível, sugiro uma imagem.



A foto foi feita da sacada do meu apartamento. Linda, não?

Depois, olhemos para o nosso amigo ou nossa amiga com alegria, pois, mesmo em tempos de orkut e de twitter, quando ela é apenas um número; a amizade continua profundamente imprescindível!

E como os amigos não estão próximos para o devido abraço e singelos presentes, aqui vai um poema. Porque poesia também é presente!


LUA CHEIA, Cassiano Ricardo*

Boião de leite
que a noite leva
com mãos de treva
pra não sei quem beber.
E que, embora levado
muito devagarinho,
vai derramando pingos brancos
pelo caminho.



* PEAD
* Foto da pegada da bota de Buzz Aldrin - Uol Ciência e Saúde


PS: Feliz Dia do Amigo, queridos amigos e amigas!!!!!

sábado, 11 de julho de 2009

Palavra Escrita em Vídeo: Carousel

O vídeo a seguir é sugestão do Marcelo Tas. E como ele mesmo disse, é um vídeo que "intriga"!!!!

Carousel from maxime caron on Vimeo.

sábado, 4 de julho de 2009

Metáfora de dentista! Parte 2

Tratamento dentário: construção e restauração, porém na sua boca!

Metáfora de dentista!

Colocar um pino e cimentá-lo!