quarta-feira, 27 de junho de 2012

Férias: tá chegandooooooooooo!

ATENÇÃO LEITORES DO PALAVRA ESCRITA!

O blog não morreu! Só ficou paralizado por alguns longoooooooooooooooo dias, semanas, meses, anos? Tudo bem! Exagerei um pouco, mas depois de tanto tempo sem escrever, a impressão só poderia ser essa mesma!

Mas eis que ela chega: as Férias! (na verdade, ela ainda não chegou, não oficialmente, né?) Desejadas, sonhadas, pedidas! As tão queridas férias de julho se aproximam e com elas, as tão cobradas atualizações!

Como? você não pediu nenhuma atualização? Não cobrou nenhum texto sobre qualquer assunto? Caramba! E eu pensei que você, leitor, estava com saudade! Mas não tem problema não! Tenho certeza que quando este "maravilhoso" espaço for atualizado, você vai ler! E vai dizer:

Ah, como estava com saudades do Palavra Escrita!

Agora é esperar para ver e, principalmente, ler! (Tudo bem que estou forçando a barra, mas sonhar ainda não paga nada, né?)

E para comemorar a chegada das férias, aqui vai um poema sem relação nenhuma com férias! Boa leitura!

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para o Estados Unidos, Teresa para o
convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto
Fernandes
que não tinha entrado na história.