segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Combinação perfeita!

Domingo só é domingo quando tem macarronada! Nem precisa ser a macarronada da nona, mas tem que ter macarrão. E seguindo este mantra, sagrado em minha família, lá fui eu fazer macarrão.




Alguns dirão que é fácil fazer, que não tem mistério, que miojo é macarrão também. Porém, macarrão tem que ser macarrão. Nada contra o miojo nosso de cada dia (preguiçoso), mas domingo pede macarrão!
 

 
Confesso que não é a primeira fez que faço o macarrão com tomate, cebola, alho, toucinho, molho vermelho. Contudo, é a primeira vez que o preparo com intimidade, com segurança e, principalmente, com paixão!
 
 
 

 
E é com paixão que eu sempre fiz as coisas e é com ela que descobri que cozinhar é uma arte que pede temperos simples como paciência, carinho e amor. E ainda que seja uma arte nova para mim, percebi que cozinhar é divertido e ao mesmo tempo apaixonante. Intensamente apaixonante!

4 comentários:

Joakim Antonio disse...

Cozinhar é um tipo de introspecção; colocamos nossa essência no ato.

Beijos, feliz natal e boas festas!

Beatriz Santana disse...

Eu não tenho paixão por cozinhar, mas tenho paixão por comer... hehehe nhan nhan nhan humm humm

Cláudia Dans disse...

oi Joakim!

Depois da escrita, cozinhar é onde mais colocamos um pouco de nós mesmos!

beijos

Cláudia Dans disse...

Bia!!!!

Você pro aqui? rsrsr

Sabe, eu também tinha esta paixão por comer... na verdade, eu ainda a tenho rsrsrsr

beijos

Vazio

Após o incêndio, não resta nada. Não sobrou nada. Não há mais nada. A História e as histórias que o Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, no ...